03/09/2009

CANDEEIROS

"Um candeeiro de azeite derramava no quarto a sua meia claridade trêmula (...)."



"Esta assentou-se à mesinha defronte do candeeiro e começou a ler (...)."
Aluísio Azevedo, O homem.

Um comentário:

Claudia disse...

Lindos, hein? E este papel de parede no fundo... ai, ai.

beijos

Related Posts with Thumbnails